A TVITEC adquire uma nova linha de corte TUROMAS para vidro laminado e de segurança.

#TuromasInTheWorld​

A Tvitec, uma das principais empresas europeias no sector do vidro plano e curvo, adquiriu uma nova linha de corte para vidro laminado TUROMAS. O novo equipamento foi instalado na recentemente inaugurada linha de fabricação de vidro curvo em León, Espanha.

Nova linha LAM 504SXR

TVITEC, de 2008 até hoje

Tvitec (Técnicas de Vidrio Transformado),

embora fundada em 2008, tem uma longa história e experiência no setor vidreiro que lhe permitiram e permitem oferecer um sistema de fabricação integral que inclui vidro plano e vidro curvo com o mais alto nível de perfeição.

Os seus centros de transformação, localizados principalmente em Cubillos del Sil (León), no noroeste de Espanha, têm mais de 200.000 metros quadrados dedicados à transformação de vidro de altas prestações.

Instalaciones TVITEC en Polígono Industrial el Bayo, 19, 24492 Cubillos del Sil, León

Os processos de têmpera, laminagem, curvatura, serigrafia e envidraçamento duplo e triplo são aí realizados com a incorporação de revestimentos que permitem controlar a transmissão de calor, luz e som e maximizar a luz natural.

Todas as suas instalações estão equipadas com tecnologia de ponta que proporciona a máxima precisão em todos os tratamentos automatizados, além de contar com todas as certificações internacionais de qualidade no sector vidreiro.

Operario en la línea de doble acristalamiento – TVITEC

Hoje, é um dos maiores processadores de vidro de altas prestações da Europa, tendo participado nos mais renomados projetos internacionais de construção nos cinco continentes.
Obras como o Hospital Universitário Karolinska (Estocolmo – Suécia), a sede da Google (Silicon Valley – Califórnia), o arranha-céus de Lime Street (Londres – Reino Unido), a nova sede do Banco Santander (Madrid – Espanha) e até a sede da atualmente famosa empresa farmacêutica Astra Zeneca (Cambridge – Reino Unido) têm o selo TVITEC.

Nova linha de corte de vidro laminado LAM504SXR

Com a necessidade de renovar a linha de corte de vidro laminado, juntamente com o desejo de melhorar o processo de corte, a empresa de Bierzo iniciou um processo de compra de equipamento que satisfaça duas premissas: eficiência e qualidade de corte.

Foi precisamente a qualidade de corte do fabricante de máquinas espanhol que fez a TVITEC optar pela solução TUROMAS:

“"Precisamos de renovar as máquinas com o equipamento mais eficiente e a TUROMAS está na vanguarda deste tipo de ferramentas de que precisamos. No corte do vidro laminado e monolítico, a TUROMAS é um bom interveniente, uma boa aposta para ter uma garantia de sucesso.”

Javier Prado – Presidente TVITEC

Javier Prado, presidente da TVITEC

Além da qualidade do corte, outro dos aspetos que favoreceram a decisão de compra foi a confiança depositada pela TVITEC no fabricante espanhol. A relação comercial entre as duas empresas conta com uma trajetória de mais de 30 anos e tem sido sempre alimentada por um excelente serviço.

“A TUROMAS está connosco como fornecedor há 25, 30 anos, se não mais, e sempre nos respondeu.”

Javier Prado – Presidente TVITEC

A aquisição da nova linha de laminagem TUROMAS permitirá à TVITEC atender e superar os altos requisitos de qualidade e produtividade exigidos pelos seus clientes – grandes projetistas de fachadas, empresas de engenharia, construtoras e arquitetos que projetam e constroem edifícios únicos em todo o mundo.

Características da nova linha LAM 504SXR

Ao longo dos seus 30 anos de história, a Turomas tem vindo a trabalhar ao mais alto nível internacional, desenvolvendo e melhorando a sua gama de maquinaria para vidro laminado. Tudo isto dotou a Turomas de um conhecimento específico que permitiu à empresa espanhola posicionar-se na vanguarda deste tipo de soluções de corte.

A série LAM 500 foi especificamente concebida para empresas que requerem a máxima produtividade e automatização. Permite posicionar, girar, decapar, cortar e separar vidro de até 12 + 12 mm de forma totalmente automática, mesmo em vidros com butiral de alta dureza.

O desenho estrutural da gama é montado como um todo, para ganhar em robustez e evitar tensões que comprometam o seu funcionamento. A superfície da mesa, feito de painéis de alumínio, garante o fluxo de ar e minimiza possíveis perdas do colchão de ar.

Nova linha LAM 504SXR

O vidro é posicionado com cintas alveolares de textura antideslizante e um sistema de tração centrado na estrutura da mesa. Graças a este sistema, é possível mover painéis de vidro de 12+12 mm com total garantia de antideslizamento e garantindo um posicionamento perfeito em relação à ponte de corte.

Além disso, incorpora um sistema de rotação automática patenteado desde 2001. Este sistema atua mediante a combinação dos movimentos de duas ventosas independentes que manipulam a face inferior do vidro nos eixos X e Y, oferecendo uma rotação em condições mais seguras e evitando o contacto com a capa baixo-emissiva do vidro em qualquer momento, de modo a preservar todas as suas qualidades.

Cabeça de corte TUROMAS

Cabeça de corte TUROMAS composta por 4 ferramentas: 2 superiores e 2 inferiores

A cabeça de corte que integra a linha instalada é composta por quatro ferramentas, duas superiores e duas inferiores. Cada uma delas atua independentemente e está dimensionada para exercer as pressões apropriadas para uma gama específica de espessuras de vidro.

As ferramentas estão equipadas com um sensor de ajuste de altura e encontram-se descentradas em relação ao eixo vertical, para garantir um alinhamento perfeito com o corte. Para garantir a melhor qualidade de corte, o sistema monitoriza ativamente a pressão exercida por cada ferramenta, estabilizando-a e regulando-a continuamente de acordo com a espessura do vidro e a velocidade de corte.

A cabeça tem um sistema de lubrificação constante que favorece o movimento e penetração da carretilha no vidro para obter o corte perfeito e garantir o funcionamento adequado ao longo do tempo.

Sistema de corte e separação

Lâmpada de infravermelhos TUROMAS

O corte superior é feito por meio de uma roda de nylon que desce e se desloca ao longo do vidro para realizar cuidadosamente a primeira operação. Em seguida, uma régua corta o vidro pela face inferior; ambas as ferramentas estão equipadas com sensores para controlar e garantir o percurso e a pressão ideais para cada espessura de vidro.

O PVB é aquecido por uma lâmpada de infravermelhos específica e, ao mesmo tempo, os dois lados do vidro são separados pela tração exercida por dois conjuntos de ventosas independentes na parte inferior, para permitir a entrada de uma lâmina que corta o PVB.

Entrevista com Javier Prado, Presidente da TVITEC

Reproduzir vídeo

COMPARTE

Share on facebook
Comparte
Share on twitter
Tweet
Share on linkedin
Comparte
Eu gostaria de receber as últimas notícias da Turomas