A CRICURSA dá o salto para os 18 metros com a nova linha de corte TUROMAS

#TuromasInTheWorld​

"Se fizeres as coisas bem, tudo te vai correr bem. Temos de fazer as coisas bem para podermos avançar".

Favio Ribero, director de Operaciones de Cricursa.

A CRICURSA, fundada em Barcelona em 1928, é uma empresa familiar dedicada à fabricação de vidro curvo, vidro plano e vidro arquitetónico especial. Desde o seu início, tem continuado a incorporar melhorias tecnológicas ano após ano, bem como atualizações na sua carteira, para acompanhar os seus clientes em todos os momentos de modo a satisfazer as suas exigências.

Graças a este processo de renovação e pesquisa contínua com o mercado, Favio Ribero, diretor de operações, define a empresa como “a fábrica de sonhos dos arquitetos”, “nós dedicamo-nos a realizar os sonhos que eles imaginam”.

Instalaciones CRICURSA (La Sentiu)

Tem, atualmente, uma capacidade de produção de 100.000 m2 dividida por três locais. Concentram-se aí vários processos, como o armazenamento, carga e corte automático para vidros de 18 metros, autoclave e fornos de curvatura recozidos, bem como sistemas de vidro duplo. Uma equipa de 300 pessoas, incluindo engenheiros e técnicos qualificados, faz da empresa uma referência no seu sector.

Instalaciones CRICURSA (La Sentiu)

A CRICURSA está amplamente representada em todos os continentes, embora tenha uma presença maior em mercados próximos, como a Europa Ocidental e os Estados Unidos. Os seus principais clientes são arquitetos, engenheiros, designers de fachadas e consultores que se dedicam a obras singulares.

Projetos recentes incluem o edifício La Samaritaine em Paris (França), desenhado por SANAA arquitectura, o complexo de escritórios 2 Murray Road em Hong Kong (China) por Zaha Hadid Architects e as torres One Manhattan West em Nova Iorque (EUA) por SOM – Skidmore, Owings & Merrill.

A relação entre a CRICURSA e TUROMAS tem uma longa história. Começou em 2014 – 2015, com o projeto especial de corte de vidro de 12 metros. Graças ao trabalho conjunto realizado entre as equipas técnicas da CRICURSA e da TUROMAS, desenvolveu-se um sistema de corte que cumpre 100% dos requisitos de qualidade e das tolerâncias necessárias para os seus clientes.

Quando a empresa espanhola teve novamente a oportunidade de crescer e evoluir de 12 metros para 18 metros, a CRICURSA foi clara a esse respeito. “As primeiras pessoas que informámos desta nova aventura foram os nossos sócios, os nossos parceiros TUROMAS”, diz Favio Ribero.

Com a aquisição da nova linha de corte de vidro de 18 metros, a CRICURSA está na vanguarda do processamento de vidros arquitetónicos especiais. É uma das poucas empresas no mundo capaz de atingir este tamanho com a qualidade necessária.

Nova linha de corte RUBI 5118 para 18 metros por TUROMAS

NOVA RUBI 5118

A nova linha de corte permite processar vidro até 18,10 m por 3,30 m. Possui um inovador sistema de decapagem capaz de remover uma ampla gama de revestimentos Low-E, TPF, Easypro… bem como de gerir os resíduos derivados do processo.

"A TUROMAS desenvolveu um bom sistema de decapagem que resolve uma das desvantagens mais comuns no mercado de processamento de vidro".

Favio Ribero, director de Operaciones de Cricursa.

O rebolo incorpora um avançado sistema de arrefecimento que evita o aumento significativo da temperatura nos bordos do rebolo. Além disso, este fluxo de ar limpa os resíduos que aderem à superfície, reduzindo consideravelmente o número de operações de afiação de rebolos.

Resultado del proceso de decapado sobre vidrio tipo Easypro.

"Este novo sistema permite obter uma qualidade muito boa, mesmo em caso de decapagens múltiplas. A superfície fica muito limpa, evitando problemas posteriores com a aderência do silicone".

Outro dos aspetos mais importantes da mesa RUBI 5118 é o sistema de corte de 4 ferramentas. Isto elimina a necessidade de trocas manuais de carretilha, detetando automaticamente a espessura do vidro e adaptando a ferramenta específica para cada tipo de folha.

Cabezal de corte TUROMAS 4 TOOL

A 4TOOL integra quatro ferramentas de corte individuais, autosselecionáveis, cada uma com a sua própria carretilha, sistema de lubrificação e cilindro de pressão dimensionado especificamente para sua gama de corte.

A primeira ferramenta destina-se ao corte de vidro de 0,55 milímetros a 2 milímetros de espessura. A segunda e terceira ferramentas são utilizadas para vidros de 2 milímetros a 12 milímetros, que são as espessuras mais comuns. A quarta ferramenta utiliza um rolo de maior diâmetro para cortar vidro de 12 milímetros, 15 milímetros, 19 milímetros e 25 milímetros.

"Consegue um corte muito limpo que, praticamente, elimina a área de polimento"

Favio Ribero, director de Operaciones de Cricursa.

Esta solução faz da TUROMAS o único fabricante de máquinas para a indústria do vidro plano capaz de conseguir um corte de alta qualidade em qualquer espessura, reduzindo consideravelmente o subsequente processamento do vidro, poupando custos e reduzindo os tempos de produção.

Entrevista com Favio Ribero, Director de Operações da Cricursa.

Reproduzir vídeo

COMPARTE

Share on facebook
Comparte
Share on twitter
Tweet
Share on linkedin
Comparte
Me gustaría recibir las últimas novedades de Turomas